logomarca do museu

 PPBIO Amazônia Oriental

Current Size: 76%

Núcleo Regional Oeste do Pará

Português, Brasil

Núcleo Regional de Pesquisa em Biodiversidade do Oeste do Pará, com sede na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), no município de Santarém, desenvolve suas atividades na Floresta Nacional do Tapajós, a qual foi criada pelo Decreto no 73.684, de 19/02/74, sendo a 13a Floresta Nacional criada no país e a segunda criada na Região Norte e no estado do Pará.

As primeiras atividades do Núcleo estão sendo desenvolvidas no contexto do projeto “Diagnóstico e Conservação da Biodiversidade em Áreas Naturais e Manejadas da Floresta Nacional do Tapajós, Área de Influência da BR-163, Estado do Pará”, o qual está associado à Rede de Pesquisa em Biodiversidade da Amazônia Oriental, com sede no Museu Paraense Emílio Goeldi, em Belém. Estes projetos são financiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pelo Projeto Cenários para a Amazônia (FINEP/CNPq).

Para alcançar as metas de pesquisa em biodiversidade do Núcleo, serão instalados cinco módulos de pesquisa do PPBio na Floresta Nacional do Tapajós (Flona do Tapajós), sendo dois em trechos com atividades de manejo florestal madeireiro (Km 67 e 83) e três módulos em áreas naturais (Km 117) da referida Flona. Nestes módulos serão executados os protocolos básicos (topografia, estrutura da vegetação e clima) e os seguintes protocolos biológicos de pesquisa: Moscas e Abelhas; Insetos de Palmeiras; Mosquitos; Peixes; Herpetofauna; Mamíferos; Árvores, Arbustos, Lianas e Palmeiras – Fanerógamos.

Atualmente, o Núcleo conta com 20 pesquisadores (19 da UFOPA e um das Faculdades Integradas do Tapajós), dois técnicos e 20 estudantes de graduação. A Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) foi criada pela Lei nº 12.085, de 5 de novembro de 2009. É a primeira instituição federal de ensino superior com sede no interior do estado do Pará. A UFOPA surgiu da incorporação do Campus de Santarém da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Unidade Descentralizada Tapajós da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), as quais mantinham atividades na região Oeste. A UFOPA assimilou também outras unidades da UFPA e da UFRA para a formação dos campi de Alenquer, Itaituba, Juruti, Monte Alegre, Óbidos e Oriximiná. Em Santarém, a UFOPA mantém suas atividades em dois campi: o Campus Rondon, localizado no bairro Caranazal (antigas instalações da UFPA) e o Campus Tapajós, localizado no bairro Salé (antigas instalações da UFRA). Além destas, outras instituições parceiras são: ICMBio Santarém, Cooperativa Mista da Flona Tapajós (COMFLONA), EMBRAPA e INPA.

Núcleo Regional: 
X
Digite seu nome de usuário PPBio Amazônia Oriental.
Digite a senha da sua conta de usuário.
Carregando